Um pouco de Paz !

Finalmente  uma noite tranquila!

O dia chega ao fim, eu, um pouco adoentada vou-me deitar a descansar e acabo por adormecer, enquanto tu cuidas dos nossos 3 campeões.

Não saís sem antes cuidares de mim e me dares um beijo e um abraço.

Li um artigo que me fez ter saudades de nós. Enviei-o-te por sms. Devolves-te-me um sorriso. Entusiasmada com a troca de sms, envio-te outro artigo sugestivo e recebo mais um smile.

Estamos a precisar destes jogos.

A verdade é que já não brincamos. Tem sido tudo tão sério entre nós.

Que monotonia! Mas a brincalhona, a atrevida,  fui sempre eu.

Lembras-te? Quando fomos ao jantar de aniversário da tua tia, num restaurante em Sintra e que chegámos atrasados?

Lembro-me como se fosse hoje. A tua cara de menino envergonhado, de quem estava a infringir uma regra de etiqueta. Passámos o jantar a trocar olhares. Foi tão bom! Que cumplicidade! Que loucura!

Agora estás tão sério que não cometes loucuras nenhumas. É tudo tão by the book!

Lembro-me de ti,

Lembro-me de mim!

Como é possível termos mudado tanto!

Como é possível eu ter mudado tanto!

Onde estou eu agora?

O que é que tinha que agora não tenho?

Vontade de viver!

Regressas a casa e deitas-te a meu lado. Sugiro lermos o artigo em conjunto. A chama reacende outra vez. Nossos corpos unidos de novo, dois dias seguidos. Já não me lembro quando é que tal proeza  acontecera.

No meio das chamas dizes que sou linda, que adoras fazer amor comigo. Eu, envergonhada e ao contrário das últimas vezes solto-me e nem vestígios do passado a atormentar e a atrapalhar o momento (mas porque escrevo isto agora ?)

Exausta e ainda com o coração acelerado descanso no teu peito, e oiço o teu coração igualmente acelerado.

Ficámos em silêncio!

Tua voz reaparece,

Basta-me a nossa harmonia!

Basta-me o teu sorriso!

Basta-me  saber que não te afastas!

Desabo dizendo-te que me sinto frágil, vulnerável e com muito medo. Tendo ter cuidado nas palavras para não estragar tudo.

Nesse instante, mais uma vez, o meu corpo tem uma reação inesperada. Meu coração sente um aperto tão grande que provoca dor, dor essa que  provoca lágrimas. No entanto, desta vez, consegui controlar e acabo por não chorar.

Hoje senti um pouco de Paz entre nós !

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s