Dói tanto!

  
O meu estado de felicidade é tão efêmero que dói tanto. 

E quando são os filhos que me tiram a calma e os poucos momentos felicidade que tenho, pergunto-me será que vale a pena?

E quando digo a um filho, desisto de ti! 

Dói tanto! Mas naquele momento saiu. Naquele momento estava a desistir dele, de  fazer ver-lhe as coisas, de estudar com ele.

O que será que ele sentiu? 

Mas o que é que estou eu a fazer?

É tudo tão difícil! 

Dói tanto não ter tido Mãe,

Mas dói ainda mais perceber que não estou a ser Mãe.

Dói tanto, que sangro por dentro,

Dói tanto, que o desespero reaparece,

Dói tanto, que só pé apetece fugir,

Dói tanto, que só me apetece matar esta dor.

DÓI TANTO!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s