A guerra entre dois mundos 

Hoje fiz amor com o meu marido. Ele já dorme, mas eu… Mas mais uma vez a guerra ..

Desta vez até fui eu que o insitei. O meu corpo pedia um pouco de prazer. 

Minhas mãos caríciam  os seus branços, o seu corpo. Meus lábios caríciam seu rosto e assim nossos corpos se vão envolvendo. A temperatura aumenta e a minha cabeça começa a dispersar-se. Um gesto dele, um pedido dele e a minha mão recusa tal pedido. E assim começa a guerra entre dois mundos. O prazer e a consciência.

Faço um esforço para me abstrair dos meus pensamentos e concentrar-me apenas no que  está a acontecer, que afinal fui eu que provoquei. No entanto meus pensamentos regressam ao passado. Revivo todos os momentos, os gestos, as palavras, tudo… fecho os olhos e tento sacudir tais recordações. Volto a concentrar-me no momento. 

Faço um esforço para levá-lo até ao fim e não deixar as coisas a meio, não desapontando o meu marido. Afinal fui eu que o provoquei…
  

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s